Blog

Dislexia é tema de debate no Congresso Interdisciplinar em Poços

Dislexia é tema de debate no Congresso Interdisciplinar em Poços

Dislexia é um dos muitos distúrbios de aprendizagem conhecidos atualmente. Estima-se que cerca de 7% das crianças são disléxicas no mundo. Lexia, vem do latim “leitura” e do grego “linguagem”, enquanto “dis” significa distúrbio. Portanto, o termo pode ser explicado como “dificuldades na leitura e escrita”. Tendo em vista a importância do assunto no processo de aprendizagem, o Congresso Interdisciplinar em Saúde, Educação e Trabalho, a ser realizado entre os dias 02 e 04 de junho no Espaço Cultural da Urca em Poços de Caldas, tem o tema como importante pauta do evento.

Os sintomas da dislexia podem variar de acordo com o grau de transtorno, porém a característica principal é a dificuldade para decodificar letras e símbolos relacionados à leitura. É importante destacar que a dislexia não é uma doença, nem está ligada à preguiça, problemas de alfabetização ou falta de atenção. É um distúrbio genético que interfere no processo de entendimento das letras, comprometendo também a escrita. Entretanto, ser diagnosticado com dislexia não é motivo para pânico. Grandes nomes da história como Albert Einstein, Leonardo da Vinci, Thomas Edison, Agatha Christie, Pablo Picasso e George Washington também possuíam o distúrbio.

Discalculia
Além da dislexia, outro distúrbio de aprendizagem é a discalculia, que faz com que a criança apresente dificuldade em compreender tudo o que se relaciona a números. Antigamente, a discalculia era conhecida como dislexia numérica, porém sabe-se hoje que a criança pode ter somente discalculia ou os dois distúrbios podem ocorrer ao mesmo tempo.

“Não temos como desvincular a matemática da língua portuguesa. Torna-se emergencial que os professores compreendam que a matemática é um processo e dessa forma a criança deve ser alfabetizada matematicamente. Isso contribuirá para perceber quais crianças apresentam características da Discalculia ainda no início do processo escolar, auxiliando em um diagnóstico mais cedo.” comenta a Prof. ª. Ana Maria Antunes de Campos, Mestranda em Educação pela Universidade Federal de São Paulo, Neuropsicopedagoga, Psicopedagoga, Pedagoga, Especialista em Ensino Lúdico, Pós Graduada em Didática e Tendências Pedagógicas.

O Congresso Interdisciplinar abordará este e outros assuntos das áreas de saúde, educação e trabalho, trazendo diversos especialistas para troca de conhecimentos. Mais informações podem ser obtidas pelo site http://www.ribeirodovalle.com.br/congresso/, pelo e-mail congresso2016@ribeirodovalle.com.br ou ainda pela página no Facebook: https://web.facebook.com/grupodovalle/?fref=ts.

Deixe um comentário